Cris.dk

 

Sereia, cidadela e arredores

 

 

A região da cidadela fica entre o centro de Copenhague e o mar. É uma área boa para fazer uma caminhada. Vários pontos turísticos estão concentrados ali pertinho: cidadela, pequena sereia, igreja de Santo Albano, fonte Gefion, caminho langelinie, castelo Amalienborg e igreja de mármore.

Cidadela (Kastellet)

Pictures of KastelletEssa é uma fortificação antiga para a defesa da cidade. A área da cidadela é cercada por um lago e tem o formato de um pentágono. Achei essa foto aérea na internet. Muito bacana. Dá para ver certinho o pentágono e os prédios no meio da área.

Esses prédios hoje pertencem aos militares. Uma das edificações é até a residência oficial do chefe da segurança dinamarquesa. Mas apesar de ser uma área militar, está aberta ao público e é um local muito agradável e popular para fazer um jogging ou uma caminhada.

Na cidadela você vai encontrar um antigo moinho de vento, que uma vez ao ano, todo 28 de outubro, é colocado em funcionamento.

As fotos aqui na página são dos dois portões de entrada: o do sul (foto grande acima) e o do norte (foto ao lado). Clique na foto ao lado para ver o álbum do local.

A cidadela tem uma história muito interessante mas muito violenta. Aqui funcionava uma prisão. O prisioneiro mais famoso foi um pirata inglês chamado John Norcross. O destino dele foi terrível. Ele foi o prisioneiro que passou mais tempo nessa prisão. 32 anos. Sendo que 16 anos ele ficou numa jaula de madeira. Outro fato muito curioso é que a prisão é conjugada com uma pequena igreja. Nas paredes da prisão há pequenos buracos para que os prisioneiros pudessem assistir à missa.

Saindo daqui, pelo portão do sul, o passeio continua. Do portão você já vê a igreja de Santo Albano e a fonte Gefion.

 

Chafariz Gefion (Gefionspringvandet)

Gefion é o nome de uma deusa da mitologia Nórdica e a estátua foi um presente da Carlsberg para a cidade, quando a cervejaria fez 50 anos. Clique na foto para ver o álbum.

Daqui o passeio continua pela langelinie. De um lado está a estátua da pequena sereia e do outro lado você vai no sentido do castelo Amalienborg e Nyhavn.

 

 

Caminho da linha longa (Langelinie)

Langelinie é um caminho à beira-mar que se extende da marina do sul até o píer do norte. A caminhada aqui é muito agradável, especialmente nos dias em que o vento dá uma trégua. Também é permitido andar de bicicleta no calçadão, o que não é má idéia, já que montado numa magrela dá para chegar nos pontos turísticos com mais rapidez.

Há vários locais na cidade onde se pode alugar uma bicicleta, mas eu não vejo porque gastar dinheiro com aluguél, quando você pode emprestar uma bicicleta da cidade.

Os barquinhos que fazem passeio pelos canais da cidade, todos passam por aqui para mostrar a pequena sereia, a nova ópera de Copenhague e o castelo Amalienborg. Esse passeio vale a pena. Nem que seja para sentar no barco com um copão de chope e aproveitar a paisagem. Clique na foto ao lado para ver o álbum.

 

A Pequena Sereia (Lille Havfrue)

Pictures of the little mermaidA estátua da pequena sereia é a atração mais popular da Dinamarca. Eu honestamente não entendo o porquê disso. Quando cheguei aqui ouvi falarem tanto dessa bendita estátua, que quando fui visitá-la pela primeira vez eu esperava algo grandioso. Digo que a decepção foi grande. Bem grande.

A estátua é pequena e sem graça. A descida pelas pedras é escorregadia. É uma guerra para tirar uma foto com a sereira por causa da quantidade de gente ao redor dela. Várias vezes você chega para ver a estátua e ela não está lá. Ou foi vandalizada, ou foi emprestada. Do outro lado do rio a paisagem é horrível. Parece um ferro-velho. No local venta muito. Se você não vem prevenido com um agasalho, não aguenta nem 5 minutos ali.

Mesmo assim você decide que quer ver a estátua, prepara a câmera e ao chegar lá vê que a estátua desapareceu. Pleno verão 2010, a cidade cheia de turistas e a pedra estava vazia. A sereia tinha sido emprestada para uma exposição na China.

Coitada dessa estátua, sofre horrores. Já teve sua cabeça decepada por duas vezes. Já amanheceu vestida de muçulmana, toda coberta por lenços. Já apareceu toda pintada de cor-de-rosa. Criatividade com ela é o que não falta e o contribuinte é que paga pela restauração.

Se você se pergunta porque a Dinamarca tem uma estátua da pequena sereia, eu digo: É porque foi um escritor dinamarquês, o H.C. Andersen, que ficou famoso por escrever várias histórias infantís como pequena sereia e patinho feio. Se você não sabia disso, não se sinta só. Eu também nunca tinha ouvido falar desse cara.

 

Outros pontos turísticos

Topo da página