Cris.dk

 

 

Piano

Eu ainda sou daquela época em que toda menina tinha que fazer balé. Para mim balé era um tédio, mas foram nessas aulas que eu descobri que adoro música clássica e que o som do piano é o meu favorito.

Comecei a fazer aulas de piano em 1989, quando já tinha 11 anos. Minha professora, Maria Cecília, era fantástica e eu simplesmente adorava as aulas.

Meu primeiro piano era um bem velhinho, que meu avô trouxe da boate, e que era daquela época em que se tocava jazz nas casas noturnas. Lembro que a última tecla do lado esquerdo estava queimada, pois era onde o pianista descansava seu cigarro.

Meses depois eu ganhei um piano melhor, mas eu gostava mesmo era do som do velhinho.

 

Em 1992 eu me mudei para Curitiba para fazer o segundo grau e lá não tinha piano para praticar. Nos finais de semana, quando eu viajava para Paranaguá, eu tentava praticar e fazer aulas, mas isso não durou muito.

E o tempo passa rápido: cursinho – faculdade – trabalho – Dinamarca...

Somente em 2005, quando Carsten e eu nos mudamos para uma casa, foi que compramos um piano. Aliás, a própria companhia de mudanças ofereceu um pianino Yamaha que eles tinham. O piano foi nossa primeira compra. Não tínhamos mesa de jantar, mas tínhamos piano!

Depois de tantos anos sem tocar, praticamente de 1993 até 2005, fiquei impressionada como eu ainda me lembrava de cor de muitas peças, inclusive daquelas peças iniciais de 1989. E eu ainda me lembrava das aulas com Maria Cecília, de como ela me incentivava e vibrava dizendo: “Isso!!! “

Aqui na Dinamarca tentei três professores diferentes: um iraniano, um dinamarquês e uma polaca. A experiência foi válida, pois sempre se aprende alguma coisa nova com um professor, mas não me adaptei ao estilo de nenhum deles e perdi a motivação.

Estamos em 2014 e nos últimos três anos eu praticamente não toquei no piano, e nenhuma peça foi pra frente até agora. Vamos ver se eu me animo qualquer hora dessas.

Professores

Maria Cecília Aulicino Bastos Jorge, Aria Farjadi, Tom Strands, Anna Tomczak

Meu Repertório e vídeos

  • Chopin, Noturno 20a póstumo em Dó Sustenido Menor
  • Chopin, Mazurka op. 7 n°. 1
  • Mozart, Sonata a 4 mãos em Ré Maior K.381 - 1º mov. - 2º mov. - 3º mov.
  • Mozart, Sonata em Dó Maior K.545, segundo movimento
  • Bach, Siciliano da Sonata n° 2 para cravo e flauta BVW1031
  • Grieg, Valsa das Peças Líricas op. 12 n° 2

Em progresso em 2014

  • Nada, neca de pitibiriba. Mas tenho esquentado meus dedos de vez em quando com Hanon

Para momentos de Nostalgia :-)

  • Mozart, gavotte k.10 dos Les Petites Riens
  • Sonatinas de Clementi op. 36
  • Prelúdios de Chopin op. 28 n° 4, 7 e 20
  • Prelúdios de Bach em Dó Maior
  • Cirandinhas e Petizada de Villa-Lobos

Outras

  • Scott Joplin, The Easy Winners
  • Tico-Tico no Fubá (Zequinha de Abreu)
  • Peças de Fariborz Lachini (compositor iraniano)

Dueto - Mozart Sonata 4 mãos em Ré Maior K.381 1º, 2º e 3º movimentos

Dei uma boa cortada para os vídeos não ficarem muito longos, pois essa peça, com todas as repetições, dura quase 20 minutos. Esse vídeo foi gravado na última vez que toquei piano, em 2011. Pena que na conversão de MOV para MPG4 perde-se a sincronização do som. Muito estranho. Agora entendo porque tem tanto vídeo no youtube com o som sem sincronia.

   

 

Topo da página